11 de ago de 2008

Hammond Novachord

O primeiro sintetizador polifônico comercial foi o Hammond Novachord, produzido entre 1938 e 1942. É um sintetizador no sentido atual e prático do termo mesmo: operava por síntese subtrativa, com suas 163 válvulas e mais de mil capacitores. Polifonia de 72 notas. Permite controle de envelope ADSR, vibrato, dentre várias outras possibilidades sonoras surpreendentes.



O Novachord não obteve sucesso devido à Segunda Guerra, após a qual outras tecnologias ganharam popularidade, dentre outros motivos divesos. O novachord era grande, pesado e frágil. A cultura da época que não estava "pedindo" um sintetizador - o novachord era visto apenas como um meio de imitar outros instrumentos, e nem 1% de suas possibilidades sonoras eram exploradas simplesmente porque não achavam necessário ou tinham preconceito.

Acima de tudo, Laurens Hammond se focou nos órgãos e não nos sintetizadores. Doutra forma o Novachord teria a mesma fama do Órgão eletromecânico Hammond - ou muito mais fama, pois não era um órgão e sim um legítimo sintetizador, com muito mais recursos e possibilidades sonoras infinitas. A verdade é que o grande Robert Moog estaria $#%*&@ se Laurens Hammond tivesse se especializado em sintetizadores e não em órgãos!


E HOJE?


Recentemente um interesse em restaurar os Novachords estourou em vários locais (claro, no Hemisfério Norte desse planeta. Até onde eu sei não chegaram novachords no Brasil). Alguns novachords já foram totalmente restaurados - inclusive com peças da época (válvulas, etc), sem substituições por tecnologia atual. Já estão surgindo mais e mais sites especializados, desde simples fãs como eu, até os artistas dedicados a reviver esses instrumentos riquíssimos através da restauração e estudo de performance (gravando e vendendo CDs!), exemplos:
http://www.novachord.co.uk/
http://www.hollowsun.com/HS2/products/novachord/index.htm

No site do novachordista Paul Cirocco, que toca no programa Spellbound da Cygnus Radio, ele revela passo a passo, com explicação detalhada e muitas fotos, o processo de restauração dessa pérola de 70 anos de idade menosprezada pela geração solid-state, num processo LONGO E CARO:
http://www.discretesynthesizers.com/nova/intro.htm



QUAL O SOM DISSO AFINAL?


No clip abaixo você poderá ouvir vários samples do Novachord, exploração do envelope ADSR, etc. - duvido que você sabia que esse tipo de síntese era possível na década de 30:


Assim como o theremin e o trautonium, o novachord foi usado em trilha sonora de ficção científica, terror, etc desde sua invenção lá na década de 30. A seguir, trechos do filme "Spare A Copper" (1940) com George Formby e Dorothy Hyson, novachord tocando:


Como estamos tratando de instrumentos eletrônicos primitivos, ou seja, anteriores aos circuitos integrados e transistors, não é de se estranhar que a "nova geração" de novachordistas acaba por vezes convidando um thereminista pra tocar junto, mesmo hoje em dia os theremins sendo transistorizados. Veja o seguinte duo theremin-novachord, simplesmente maravilhoso: uma composição original entitulada "Vôo Alto", para novachord emulando strings e theremin:

Se quiser saber mais sobre a inspiração dessa música e ver uma animação feita pelo compositor para ela, o link é esse: http://www.youtube.com/watch?v=fhLlUKAbdSM

Como bônus, vou mostrar a vocês uma gravação de 1950, raridade que vale ouro. Música "Eli, Eli" num Órgão Hammond primitivo e um theremin valvulado, tocado pelo grande "thereminista de Hollywood", Dr Samuel Hoffman. Compare o som do órgão eletromecânico com o novachord, e compare também o theremin valvulado com o transistorizado:




MAIS VÍDEOS

Galeria de vídeos específicos e históricos do Novachord:


Demonstração lenta em vídeo de um novachord plenamente restaurado:
http://www.youtube.com/watch?v=vhx0C-zK4wU

Demonstração do Novachord em 1939 no New York World's Fair, inclui vídeos preto e branco de vários novachords tocando junto:
http://www.youtube.com/watch?v=2puK4Z967kU

Música de 1940 com acompanhamento de novachord e outros instrumentos:
http://www.youtube.com/watch?v=KsWmfljeIq0

Arthur Young no Novachord acompanhando a cantora Vera Lynn em 1939:
http://www.youtube.com/watch?v=7JEx6guMs6k

Música de Les Baxter, Space Escapade, onde você ouvenovachord e outros instrumentos:
http://www.youtube.com/watch?v=mNUaLLyxzfM
O mesmo também compunha para theremin:
http://www.youtube.com/watch?v=uj2xM-URgKo

Novos Horizontes, estrelando um novachord:
Parte 1 http://www.youtube.com/watch?v=xC1pXjcgp78
Parte 2 http://www.youtube.com/watch?v=CMJmu-eG1nk

Billy Mayerl demonstra seu novachord na TV britânica em 1941 (a partir dos 2 minutos):
http://www.youtube.com/watch?v=IJs5meWrntc

Aqui uma peça de concerto escrita para o Novachord e orquestra de câmara:
http://www.youtube.com/watch?v=UUNl4rFhJIg

Temos muito bons vídeos no YouTube, de restauradores, experimentações, trilhas sonoras, trechos de documentários, etc., pra dar uma geral acesse: http://www.youtube.com/results?search_query=Novachord&search=tag


CONCLUSÃO

De todos os instrumentos eletrônicos primitivos (anteriores a 1940) SOMENTE o theremin nunca entrou em "extinção", porque é super simples de se fabricar e rapidamente se adaptou ao solid-state, deixando suas válvulas de lado. Por isso dizemos que o theremin é o instrumento eletrônico mais antigo que perdurou até hoje sem ser peça de museu ou sem cair no esquecimento geral. TODAS as décadas tiveram som de theremin nas trilhas de filme, nas vinhetas, etc. Pena que o mesmo não se deu com outros instrumentos eletrônicos como o Trautonium e o Novachord.

Adoro ver esses instrumentos ressurgindo, tocando no rádio, vendendo CD, etc. Agora ninguém precisa ouvir os eletrônicos primitivos em disco de vinil arranhado, já que podemos ouvir os mesmos em qualidade WAV! A história da música eletrônica não está mais nos livros, está na mão de gente viva e nos nossos ouvidos ao alcance de um clique! Quem tiver com dinheiro sobrando e puder viajar pode ver isso tudo funcionando pessoalmente, ou quem sabe até comprar um instrumento eletrônico de 1940! Um dia eu chego lá. Olhem sempre o e-bay, crianças!

Nenhum comentário: